4 coisas que você precisa saber sobre jejum intermitente

O jejum intermitente ganhou fama entre influenciadores e blogueiras na internet durante os últimos anos. Esse tipo de dieta chamou a atenção por ser um método eficaz para muita gente na hora de perder peso e também por ser recomendado por autoridades na medicina, como Yoshinori Ohsumi, ganhador do Nobel de Medicina em 2017. Apesar de ser um assunto que rende muita discussão, levantamos quatro principais pontos que você precisa saber para entender o jejum intermitente do zero.

Tudo o que você precisa saber sobre consultas ginecológicas

Tudo o que você precisa saber sobre consultas ginecológicas

Depois da primeira menstruação o cuidado com a saúde ginecológica passa a ser essencial. Afinal, assim que esse período acontece, várias mudanças também ocorrem no corpo e pedem um olhar mais atento para essa questão, é hora de procurar um ginecologista

Mas fique atenta: antes mesmo da primeira menstruação, a presença de corrimento vaginal, lesões na região íntima, ou qualquer outra situação fora do habitual deve ser levada ao médico ginecologista para atendimento e esclarecimento.

Mas você sabe quais exames e cuidados são ideais para a sua idade e por quê eles são recomendados? 
Do início do primeiro ciclo até os 35 anos 
Logo após o início do ciclo menstrual a consulta com o ginecologista já é muito bem-vinda. Além de instruir a adolescente sobre a ovulação e o funcionamento do ciclo, o profissional ginecologista também pode orientá-la sobre proteção contra doenças sexualmente transmissíveis e gravidez. 
 
Na fase adulta o acompanhamento ginecológico deve continuar, sempre com o objetivo de orientar a paciente sobre a sua menstruação e sexualidade, além de também investigar possíveis queixas e alterações em seu corpo. Vale lembrar: quem ainda não teve sua primeira relação sexual deve sempre relatar isso na consulta e fazer apenas os exames mais superficiais. 
 
Após os 40 anos 
Depois de completar 40 anos, além de marcar presença frequente no consultório ginecológico, também é hora de realizar alguns exames anuais, como a mamografia. Nesse momento, o corpo passa por novas mudanças que podem favorecer o aparecimento de doenças e alterações hormonais que precisam ser acompanhadas com atenção. 
 
ginecologista salut

Glossário ginecológico

Conheça um pouco sobre os exames mais presentes na rotina de saúde ginecológica:

Papanicolau

É o exame em que o profissional médico coleta material das paredes do colo do útero. O objetivo aqui é analisar se existe alguma alteração naquela região. 

Exame especular

Com a ajuda de um espéculo inserido no canal vaginal, o médico consegue observar algumas características da vagina e do colo uterino, como a cor, corrimento e lesões. 

Toque Vaginal
O toque vaginal é feito para avaliar se existem alterações na vagina ou no colo uterino da paciente. Nele, o médico analisa o canal vaginal com os dedos e com a outra mão verifica o abdômen, checando a situação do útero, das trompas e dos ovários. 
 
Exame das mamas

É feito a partir dos mesmos movimentos recomendados para o autoexame. Ao apalpar a região mamária, é possível encontrar sinais que indicam a presença de alguma doença. 

Mamografia

A mamografia consegue detectar o câncer antes mesmo de ser detectável no exame clínico das mamas. Ele é um dos procedimentos mais importantes para fazer após os 40 anos de idade. 

Ultrassom da mama
Complementar à mamografia, o ultrassom da mama é um exame de imagem que detecta nódulos, cistos e outras alterações no tecido mamário. 
 
Ultrassom endovaginal, pélvico e obstétrico

Esses três tipos de ultrassom funcionam da mesma maneira: a partir de um aparelho que ao ser deslizado sobre determinada região do corpo, transforma pequenas ondas de som em imagem. A diferença entre eles é que o ultrassom endovaginal é feito na região da vagina e o pélvico é realizado na área do abdômen.  Já o ultrassom obstétrico é feito durante a gravidez.


Agora que você já sabe da importância da ida regular até um consultório de Ginecologia, marque sua consulta na Salut e continue cuidando da sua saúde de um jeito simples e acessível. 😉

5 Cuidados com a pele para colocar em prática

5 Cuidados com a pele para colocar em prática

Você já deve ter ouvido falar no famoso skincare. A palavra, um termo em inglês que significa “cuidados com a pele”. Afinal, ela ganhou fama nos últimos anos e, apesar de estar associada ao uso frequente de alguns cosméticos, vai muito além das máscaras faciais e das argilas coloridas. Definitivamente, uma pele bem cuidada também tem a ver com práticas que fazemos ou deixamos de fazer no dia a dia. Então separamos algumas dicas simples que vão te ajudar a manter sua pele limpa e cheia de saúde! 😉 

1 – Hidrate seu corpo 

Quando o assunto é corpo hidratado, não é só dos cremes hidratantes que estamos falando. Inicialmente a hidratação de todo o organismo começa na ingestão de muita água. O líquido, ingerido com frequência, ajuda a expelir toxinas e manter sua pele cheia de vida. Além disso, beber pelo menos 2 litros de água por dia é recomendado para ajudar na saúde de todo o seu organismo.

2 – Adote uma rotina de cuidados 

Se os seus cuidados com a pele se resumem a lavar o rosto e corpo, a dica que vem aí é bem importante. Limpar, tonificar e hidratar o seu rosto com produtos feitos para isso é um passo a passo recomendado para ter uma pele limpa e com oleosidade controlada.

3 – Use protetor solar 

Proteger o maior órgão do seu corpo contra a exposição solar é ainda mais importante do que limpar, tonificar e hidratar. Passe o seu protetor solar favorito de manhã e reaplique algumas vezes durante o dia, dependendo do tempo e do tipo de exposição solar. O uso de protetor vale para quem se expõe diretamente ao sol, mas também vale para aqueles que se expõem a luzes artificiais em ambientes fechados.

4 – Cuidado com os seus hábitos

Comer alimentos muito gordurosos com frequência, fumar e beber são hábitos que refletem diretamente na sua pele e que podem ocasionar oleosidade, manchas ou ressecamento. Pare e reflita: quais dessas práticas você pode diminuir ou deixar de lado para garantir mais saúde para o seu corpo?

5 – Controle os banhos muito quentes

Com o inverno batendo na porta, a vontade de tomar banhos bem quentes também chega junto. Apesar da água quente ser uma delícia no frio, a sua pele pode sair prejudicada nessa época. A água em temperaturas muito altas, além da possibilidade de provocar queimaduras e dermatites, desgasta e resseca a pele. Evite banhos muito quentes e lembre sempre de passar o seu hidratante corporal preferido depois daquela chuveirada.

Quer cuidar da pele com a ajuda de um profissional?

Então, o que acha de agendar a sua consulta com um dermatologista na Salut? Seja para uma consulta presencial ou online, na Salut você encontra médicos preparados para te atender, tirar suas dúvidas e te ajudar na busca por mais saúde. Para fazer o seu agendamento clique aqui e aproveite a sua consulta!